Arquivo de Christian Louboutin - MoveNotícias Christian Louboutin sapatos para homens

Tema: Christian Louboutin

Atriz

Blake Lively e a arte de brilhar com 7 looks num só dia

Portugal

Celebridades apostam no “esplendor de Portugal”

Moda

Melania Trump foge do estilo habitual sem desapontar

Portugal

Madonna prepara mudança para Sintra para escapar às políticas de Donald Trump

Moda

Christian Louboutin acusado de explorar artesãs mexicanas

Moda

Christian Louboutin cria sandálias de salto alto para todos os tons de pele

Filme

Borlas? Era o que faltava até Carrie pagava pelos Louboutin em ‘Sexo e a Cidade’

Look

Melania Trump brilha de vermelho em ato oficial

Look

Melania Trump volta a aparecer em grande estilo

Look

Globos de Ouro: os 5 vestidos que levava para casa

Moda

Futura Primeira-Dama dos EUA deslumbra com jumpsuit de 3620€

Moda

Christian Louboutin lança coleção inspirada em sapatos masculinos

Campanha

Halle Berry e Christian Louboutin juntos em campanha contra o cancro

Christian Louboutin

Dança inspira Christian Louboutin na nova coleção

Rock in Rio

Mika e Christian Loubotin foram aos fados

Moda

Louboutin apresenta sabrinas “Solasofia”

Christian Louboutin

Christian Louboutin lança fashion film

Christian Louboutin

Louboutin cria cenário de um crime

Campanha

Modelo plus size em nova campanha de Christian Louboutin

Christian Louboutin

Christian Louboutin lança nova coleção de carteiras

Beleza

Conheça o novo produto de beleza de Christian Louboutin

Maquilhagem

Christian Louboutin lança batom

Coleção

Christian Louboutin desvenda nova coleção

Christian Louboutin

Os vernizes de Louboutin para a primavera


Christian Louboutin sapatos para homens

calcanhares
christian louboutin herrskor
calcanhares
christian louboutin kilar

Sapatos Manolo Blahnik recuperam status no mundo fashion

A ostentação desenfreada passou a ser muito menos chique, e fez os clássicos e refinados sapatos de Blahnik voltarem ao topo

Guy Trebay, do New York Times |

Texto:

Divulgação
Manolo Blahnik recupera prestígio no mundo da moda
Esta é a história do pequeno stiletto que poderia ser um sapato que, no passado de glória dos produtos de luxo, chegaria ao topo de uma montanha inalcançável. Não faz muito tempo que o nome de Manolo Blahnik, sapateiro de 68 anos nascido nas Ilhas Canárias e radicado em Londres, era conhecido apenas entre os caçadores da moda mais dedicados e os moradores do código postal 10021.

Então algo inusitado aconteceu: 'Sex and the City’.

A personagem Carrie Bradshaw da longa série era louca por homens e obcecada pelo que a Vanity Fair uma vez chamou de símbolo fálico favorito de toda mulher: sapatos. A cobiça por sapatos era raramente caracterizada como enredo televisivo contínuo antes de a série surgir. No entanto, a mania de sapatos da personagem interpretada por Sarah Jessica Parker era tamanha que apenas a menção do nome Manolo Blahnik o tornou familiar.

Um sinal da familiaridade que as mulheres dos EUA desenvolveram com os sapatos de estilo clássico de Blahnik – tão confortáveis, segundo elas, que você pode usá-los para escalar o Everest – foi uma pesquisa realizada em 2007 pela Women’s Wear Daily e pela revista comercial Footwear News. Nela, 37% das 2 mil consumidoras entrevistadas sobre seus hábitos de compras admitiram que saltariam de bungee-jump voluntariamente da Golden Gate em troca de fornecimento vitalício de Manolos. E,se o fizessem, elas provavelmente encontrariam Manolo lá embaixo.

Logo após a divulgação da pesquisa de 2007, o nome e a marca de Blahnik mergulharam no mundo da moda, seus desenhos geralmente travessos foram desbancados pelos esforços mais agressivos de uma nova safra de sapateiros, pessoas como Nicholas Kirkwood, Brian Atwood e Christian Louboutin. Foi

Alline Cury
Louboutin foi o que mais efetivamente roubou o brilho de Manolo Blahnik e uma fatia de seu mercado, usando um arsenal de adornos e ostentação
e que também se tornaram instantaneamente identificáveis por suas solas vermelhas características.(As mesmas solas que lhe renderam um longo processo judicial de violação da marca registrada da grife Yves Saint Laurent.)

CURTA A PÁGINA DO iG MODA NO FACEBOOK E SIGA O @iGMODA NO TWITTER


Diferente de Blahnik, Louboutin parecia deleitar-se com a vulgaridade extrema. O que é, afinal, uma sola vermelha além de uma atualização do costume da comediante Minnie Pearl de usar chapéu com a etiqueta de preço aparente? ''Foi uma ideia chique por um minuto’', disse George Malkemus, presidente da Manolo Blahnik nos EUA. "Você usava uma sola vermelha e todos sabiam que você gastou US$ 1.200 ou US$ 1.400 em seus sapatos. E eu diria que houve um período em que certos clientes nos abandonaram e se mudaram para esse mundo."

Mas a moda, como todos sabem, não é nada além de volúvel; Heidi Klum diz brilhantemente uma verdade quando, toda semana, em 'Project Runway’, faz a observação de que um dia você está com tudo e no dia seguinte não está com nada. Por isso, não é surpresa que, de repente, os sinais apareçam em toda parte indicando que Blahnik está de volta ao mundo da moda.

Quando Kate Moss se casou no ano passado, ela usou um par de Manolos clássico. Quando Sarah Jessica Parker foi fotografada em um ensaio de várias páginas para a Vogue em agosto, ela usava scarpins Manolo BB exclusivamente. Quando Marc Jacobs mostrou sua coleção primavera 2012 em Nova York, em setembro, ele fez uma homenagem irônica à marca Manolo e ao clássico de salto alto Mary-Janes do designer.

E nos desfiles da moda primavera 2012 promovidos recentemente em Paris, o estilo de calçado que dominou a passarela tinha muito menos em comum com os sapatos que dominaram as últimas estações – aqueles compulsivamente mencionados em 'Real Housewives’ e nas músicas de Jennifer Lopez, e que renderam a Louboutin perfis de alto escalão nas revistas The New Yorker e Vanity Fair – do que com os sapatos simples e elegantes que Blahnik vem desenhando desde que seus concorrentes eram adolescentes. ''Na luta para chegar ao topo dos sapatos’', disse Sarah Jessica Parker, "Manolo volta a brilhar novamente".

Divulgação
o designer Manolo Blahnik e uma de suas criações
As razões parecem claras. Não só ''o culto ao sapato feio tem de acabar’', como André Leon Talley, editor assistente da revista Vogue, observou recentemente, mas também a ostentação desenfreada passou a ser muito menos chique, quando praticamente um em cada dez americanos está desempregado.

Compreensivelmente, a maioria dos americanos pode ter dificuldades para entender o fascínio irresistível de um sapato cujo custo é igual a aproximadamente um quarto do orçamento anual médio da casa para roupas de uma família de quatro pessoas. No entanto, para analistas do varejo, a atual febre por sapatos Manolo Blahnik é um sinal encorajador para a economia, apesar de tudo.

''O alto escalão do mercado está conduzindo grande parte do crescimento’' no varejo, disse Marshal Cohen, analista chefe da empresa de pesquisa de consumo NPD Group,. E surpreendentemente, apesar de um ruído quase constante de notícias econômicas nada animadoras, esse mercado está bem em alta.

''O luxo é forte’', disse Mary Lou Quinlan, diretora executiva da Just Ask a Woman, empresa de marketing com clientes como Clairol e GlaxoSmithKline. ''Há um elemento entre as mulheres que ainda estão se saindo bem em seus lemas de 'eu mereço, eu preciso, eu preciso ter meus mimos’''.

Recentemente, assim como há um ano, essa fixação por sapatos pode ter sido proferida por Jimmy Choo, Sergio Rossi, Pierre Hardy, Brian Atwood, Walter Steiger, Nicholas Kirkwood ou outros profissionais da moda que entraram no lucrativo mercado de manter os pés das mulheres bem 'vestidos’.

Pode ter havido quedas ou gafes ameaçadoras, elementos ornamentais que fizeram parecer, durante uma recente temporada, como se Miuccia Prada tivesse encontrado inspiração em Rosa Klebb, vilã da Guerra Fria de Ian Fleming, que guardava lâminas de estilete na sola de seus sapatos.

Em certos sapatos Louboutin, os saltos ficaram acima de 15 centímetros, para melhor acomodar cunhas espessas e plataformas e para justificar os preços que chegaram a US$ 2.000 o par. ''Os Louboutins eram muito mais legais, arrojados e mais da alta moda’', disse a escritora Molly Jong-Fast, viciada declarada em sapatos. ''Se você for gastar US$ 800 em um par de sapatos, vai querer algo de vanguarda, e não algo que verá todo mundo usando nas ruas."

Curiosamente, o ressurgimento dos estilos 'clássicos’ discretos de Blahnik aponta uma tendência aparente por vezes notada por historiadores do calçado: quanto mais em baixa a economia, mais vertiginoso é o sapato. ''Mas essa recessão se arrasta por tanto tempo’ que a vulgaridade lúdica de usar sapatos sinistros que desafiam a gravidade é julgada inadequada", disse Elizabeth Semmelhack, curadora sênior do Bata Shoe Museum, em Toronto. ''Se a primeira onda foi uma expressão exuberante de riqueza, a próxima será de contenção da ostentação’'. Ou, como Mary Lou Quinlan da Just Ask a Woman disse: ''É brega ficar se escorando em seus sapatos de sola vermelha quando outras pessoas estão tentando não comprar um chinelinho rosa.’'

No entanto, é o estilo, e não o politicamente correto, que está ditando o retorno de Manolo Blahnik. ''Para um traje clássico atemporal de Jackie Onassis, a solução é sempre Manolo’', disse Lisa Bytner, publicitária de Manhattan que possui 20 pares. ''Comprei Louboutins na moda da plataforma e agora eles estão encostados no armário porque doem’'. ''Com Manolos’', dizem fãs como Bytner, ''posso correr pela rua para pegar um táxi’'.

''Por que se preocupar?'', disse Louboutin em uma entrevista recente no lançamento de um luxuoso livro de cabeceira de 304 páginas (Rizzoli, US$ 150) em comemoração aos seus projetos. ''Não tenho a pretensão de que eles satisfaçam todas as necessidades das pessoas’', disse ele ao New York Post. ''Quem quer correr de fato?''

Ao chegar para seu ensaio para a Vogue na primavera passada, Sarah Jessica Parker entrou em um camarim repleto dos modelos mais recentes e uma parede de sapatos reservados para a sessão de Tonne Goodman, editora experiente da Vogue. ''Entrei, olhei em volta e vi todos aqueles sapatos. Depois vi os Manolos e foi como água no deserto’', disse Parker. ''Fiquei muito animada só de ver um simples scarpin preto’'.
 

Texto:
Leia tudo sobre: Manolo Blahnik • sapatos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG



Christian Louboutin - Nova Coleção!

FILTROS e CATEGORIAS
  • Marcas
  • Outlet
  • Categorias
  • Tamanho
  • ORDENAR
  • N. de Itens
  • COR
    • TODAS AS CORES

    • Preto
    • Branco
    • Marrom
    • Bege
    • Vermelho
    • Laranja
    • Amarelo
    • Verde
    • Azul
    • Azul-Claro
    • Cinza
    • Multicolorido
    • Rosa
    • Roxo
    • Prata
    • Dourado
    • Tigresa
    • Camuflagem
LIMPAR
APLICAR